Polimento de para-brisa

Polimento de para-brisas, vigias e vidros
Polimento de para-brisa

Os vidros do carro são feitos com tecnoligias diferentes, porém seguem algumas coisas em comuns. O parabrisas e o vigia (vidro traseiro ou parabrisa traseiro) são os mais comuns de riscarem, pois a ação das palhetas com o tempo tende a fazer um "trilho" por onde ela passa, deixando sua marca. 

Esse trilho pode levar muitos anos para se formar, como no caso de um usuário que deixa o carro guardado na sombra e sai pouco com o carro, provavelmente nunca terá essa marca. 

No entando a grande maioria sai muito com o carro, usa diáriamente e expõe o carro a poeira, sol, chuva, sereno, sol denovo, e mais sol. 

O grande causador destas marcas é a combinação de palheta ressecada (as vezes velha, danificada, sem a borracha) e poeira. A palheta velha por sí só já começa a riscar, mas se somada a poeira e a incidência do sol, ela irá gerar um atrito muito grande, e quando chover o barro ainda estará lá, fazendo que cada vai e vem da palheta gere um micro-risco novo, que será perceptivel ao longo do tempo. 

Já nos apareceram os mais diversos casos de riscos em vidros, desde crianças brincando com pedras, pessoas pintando portões perto do carro e a tinta respingando, discussões de casais que acabaram com um recado no vidro "corno" e por aí vai. 

O polimento é o desgaste da camada mais externa do vidro, claro que ísso é menos que milimétrico, para não comprometer a segurança do veículo. São utilizados materiais específicos de polimento, com a rotação correta para que não haja o superaquecimento do vidro. Um polimento muito profundo (risco de pedra, risco de faca, riscos propositais) podem acarretar distorções, e o vidro paracer um óculos, causando uma sensação ruim ao dirigir. 

Porisso recomeda-se cautela e a ajuda de profissionais, pois o polimento bem feito não altera a segurança do condutor. 

O serviço de polimento é muito mais barato que a troca do vidro, e mantem a originalidade da peça. 

O tempo depende do tamanho do vidro, e da profundidade do risco, em geral vidros de porta tem que ser retirados do carro para polir, o que acaba demorando um pouco pelo trabalho de desmontar a porta toda, e o parabrisa e vigia são feitos montados mesmo. 

A Mr Glass Trabalha com Para-brisas nacionais e importados, atende na cidade de Ponta Grossa no Paraná e todas as cidades ao redor (Para-brisa ipiranga, Para-brisa guamiranga, Para-brisa tibagí, Para-brisa ivaí, Para-brisa imbituva, Para-brisa Reserva, Para-brisa Castro, Para-brisa Carambeí) , trabalhamos com para-brisas de onibus, para-brisas de carros nacionais, para-brisas de carros importados, para-brisas de vans, para-brisas de utilitários, para-brisas de caminhonetes, para-brisas de caminões, para-brisas de maquinas agrícolas. Atendemos a todas as marcas: Para-brisa Fiat, Para-brisa Chevrolet, Para-brisa volkswagem, Para-brisa Peogeot, Para-brisa Renault, Para-brisa Kia, Para-brisa Hiunday, Para-brisa Toyota, Para-brisa Mitsubishi, Para-brisa Ford.

Trocamos para-brisas a domicílio, direto na sua casa ou na sua empresa, para sua comodidade. 

Siga-nos em nossas redes sociais.

Para maiores informações ligue: 042 99859 7392

Veja também

Parabrisa é reciclável?
Parabrisa é reciclável?

Os vidros automotivos em específico o para-brisas após trocado deve ser descartado corretamente. Ainda hoje é comun ter este material nos...

Vidros de porta, vidros laterais, vigias (para-brisa traseiro)
Vidros de porta, vidros laterais, vigias (para-brisa traseiro)

Os vidros de porta de carro, vans ou do que seja, também chamados de vidros laterais, não são do mesmo material ou forma de confecção do...

Polimento de farol, funciona?
Polimento de farol, funciona?

Os faróis e lanternas de carro antigamente eram feitos de vidro, o vidro não permite polimento, e quando observado que ele perdeu o brilh...

Palhetas ou limpadores de para-brisa
Palhetas ou limpadores de para-brisa

A palheta do para-brisa ou limpador de para-brisa é um dos ítens de segurança mais simples e importantes que existem.  Normalme...

Entre em contato